Areas de atuação da fisioterapia


>



O mercado de trabalho para o fisioterapeuta é, sem dúvida, amplo, tendo em vista alguns fatores relevantes como localidade, especialidade e forma de atuação, entre muitos outros que poderiam ser destacados.
Ao observar o aspecto espacial nota-se que determinados locais apresentam maior demanda por esse profissional, no contexto nacional tem-se notado abertura de um grande número de vagas nas cidades circunvizinhas as capitais, um processo natural pelo qual já passaram várias profissões. Ainda nesse contexto pode ser feita a leitura regional, onde a grande concentração no sudeste gera carência em outras regiões com muitas oportunidades atrativas. Outro fenômeno importante a ser considerado é que a formação brasileira permite abrir as portas internacionais, via o processo de globalização e de acordos como o do MERCOSUL tem ficado cada vez mais fácil desembarcar em outro país. Isso não se limita a América do Sul, por exemplo, os Estados Unidos sofrem uma carência de cerca de 50 mil fisioterapeutas.

Há um grande número de especialidades na fisioterapia, assim como na medicina, dessa forma as áreas com menos terapeutas atuando oferecem mais chances inserção do que as saturadas. O fator comum em todas é a necessidade de constante aprimoramento.
Muitas pessoas desconhecem as formas de atuação dessa profissão o que torna difícil visualizar a amplitude e diversificação do fisioterapeuta no contexto do mercado de trabalho. Assim, observam-se 5 tipos ou formas de atuação:
Acadêmica - ligado a formação de novos fisioterapeutas, atua como professor em universidades;
Administrativa - ligado a gerência de clínicas, cursos, centros de reabilitação, atua como diretor, coordenador ou gestor nas instituições;
Laboratorial ou de Pesquisa - ligado a produção científica da profissão, convalidando recursos, desenvolvendo novos métodos de tratamento, levantando dados da profissão, abordando questões éticas, etc.;
Consultoria - ligado a prestação de serviços as empresas, como implementação de uma clínica, avaliação ergonômica, implantação de rotinas preventivas;
Desenvolvimento de equipamentos e produtos de fisioterapia - ligado a indústria onde o fisioterapeuta pode atuar no planejamento e na confecção de artigos usados na área, como órteses, aparelhos de eletroterapia e outros.
Nessa perspectiva pode-se notar que há muito mercado para essa carreira e na maior parte das vezes observa-se esse profissional inserido em mais de uma forma de atuação.

Share on Google Plus

About Dani Souto

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 opiniões:

Postar um comentário

Comente com educação que seu comentário será aprovado!