Ganhe dinheiro com a Fisioterapia no tratamento da Coluna Vertebral


>





Problemas relacionados à coluna vertebral são a principal causa de consulta a profissionais como ortopedistas e fisioterapeutas, atingindo cerca de 80% das pessoas em alguma fase de suas vidas. Em grande parte delas, pode se tratar apenas de um episódio agudo de dor e incapacidade, que melhora em alguns dias com tratamentos simples. Em outras situações, a dor pode ser crônica, já diária ou em crises que se repetem de tempos em tempos e que podem levar à incapacidade e desconforto considerável.

A dor é um sintoma, e como tal representa um alerta do nosso organismo de que algo não vai bem. As dores na coluna normalmente não refletem doenças graves ou que necessitam de maiores cuidados, mas somente um diagnóstico correto será capaz de afirmar isso.

Após o correto diagnóstico de qual a causa de suas dores, o profissional indicará alguma modalidade de tratamento e reabilitação para a coluna vertebral. Seja no tratamento pós-operatório, como no tratamento conservador (sem cirurgia), a reabilitação é fundamental para que sejam alcançados os melhores resultados no que diz respeito a dor e função da coluna.

Na Coluna possuímos as cifoses e as lordoses, curvaturas alternadas para funções distintas. As cifoses têm a função de proteção dos nossos principais órgãos. Elas servem como pontos fixos para que os músculos realizem os movimentos. As lordoses estão presentes para distribuir de forma considerável a forca de compressão axial (forca gravitacional).

Existem dois tipos de colunas: a do tipo funcional dinâmica e a do tipo funcional estática. 

Coluna do tipo funcional estática é definida como uma coluna com suas curvaturas menos marcadas, ou seja, retificada. É um tipo muito comum no Brasil

" Esse tipo de coluna tem seu equilíbrio muito precário, este individuo está muito mais susceptível a quedas, pois quanto menor a mobilidade, menor a estabilidade, e menor equilíbrio, como resultante mais quedas. " 
(Rachel W. Pata, Katrina Senhor, Jamie Lamb) 

A coluna do tipo funcional dinâmica possui curvaturas mais móveis, acentuadas e com maior mobilidade. Portanto, são mais susceptíveis a lesões. Logo temos aqui um dilema: nossa coluna deve ser:

  • Estável o suficiente para suportar as forças gravitacionais;
  • Móvel o suficiente para ser flexível.

Ou seja, precisamos de uma coluna flexível e de músculos fortes. Sobre o papel do sistema de controle neuromuscular ainda pouco sabemos. Quanto maior for a oscilação do corpo, maior probabilidade de aparecimento da dor lombar, indicando um sistema de controle neuromuscular menos eficiente, com uma menor capacidade de proporcionar a estabilidade espinhal necessária. 

A fisioterapia é o "carro chefe" no que se refere a reabilitação funcional da coluna, munida de modernas técnicas aplicadas atualmente, e que sem elas, muito provavelmente os resultados nos tratamentos da coluna vertebral seriam bem menos animadores. A fisioterapia é importante tanto no tratamento das dores agudas como crônicas, assim como no pós-operatório de cirurgias da coluna.

Para ganhar dinheiro com o tratamento de coluna vertebral na Fisioterapia, você precisa ter o diferencial no mercado, olhar para a coluna de uma forma que ninguém olha e, principalmente, usar recursos que poucos utilizam. Então eu vou te fazer uma pergunta:

Quer se tornar um especialista em COLUNA VERTEBRAL?

Conheça a mais completa certificação em coluna vertebral que você pode fazer! São mais de 300 vídeo aulas, livros complementares e dezenas de conteúdos extras. Possui certificado de conclusão de 120 horas, reconhecido internacionalmente. Clique aqui!

Ganhe dinheiro com a Fisioterapia no tratamento da Coluna Vertebral Ganhe dinheiro com a Fisioterapia no tratamento da Coluna Vertebral Revisado by Faça Fisioterapia on 05:48 Nota: 5

Nenhum comentário

Comente com educação que seu comentário será aprovado!